Instituto de Olhos Freitas

Siga-nos no Twitter  Curta-nos no Facebook
Central de Marcação
(71) 3330-6100
InstitucionalResponsabilidade SocialEspecialidadesExamesTratamentosCirurgiasLocalizaçãoContato
OPINIÃO DO DR.
A MATURIDADE E O OLHO
Os olhos, como os demais sistemas do corpo humano também sofrem desgastes com o passar dos anos. Saiba mais......
Corpo ClínicoEquipamentosConvêniosDoenças OcularesJornal Ponto de VistaManual do PacienteNotíciasEventosGaleria de FotosMarketingSuper FreitasLinks
Responsável Técnico: Dr. Marcelo Freitas - CRM: 6.816 |
Busca Rápida:

Opinião do Dr.

O que é Pterígio?

Março de 2011

O QUE É O PTERÍGIO ?
Tambem conhecido por “carne no olho”, o pterígio é uma alteraçao na membrana transparente do olho chamada conjuntiva e é decorrente de uma série de fatores que vão desde a hereditariedade até a exposição excessiva a agentes irritativos como praia, piscina, sol, poluição, ar condicionado, etc. A prevalência desta doença em um país tropical e, sobretudo, numa cidade litorânea como a nossa é muito alta, devido ao clima quente e à exposiçao solar frequente. Por isso, muitas pessoas conhecem alguém que tenha essa doença, mas que, por vezes, evitam buscar um tratamento mais efetivo por acharem que não há o que fazer ou por que já ouviram falar que “se operar, a carne volta”. Não devemos confundir pterígio com catarata, que é a perda de transparência do cristalino e que acontece mais frequentemente em pessoas acima dos 60 anos e exige outro tipo de tratamento.

QUAIS SÃO OS SINTOMAS MAIS FREQUENTES ?
O pterígio pode provocar desde uma simples irritação leve nos olhos até alteraçoes visuais importantes, em casos mais avançados. Normalmente, no início, a pessoa se queixa que o olho costuma ficar vermelho e que sente uma sensação de areia, de corpo estranho, principalmente se vai à praia ou à piscina ou, ainda, se fica muito em ambiente com ar condicionado. Se o quadro evolui, passa a se queixar de irritação ocular frequente, com ardência, queimor, prurido(coceira) e até mesmo ressecamento ocular. Em casos em que o pterígio cresce muito sobre a córnea (vide foto abaixo), pode até provocar astigmatismo e com isso “embaçamento” visual e alteração no grau dos óculos. Pessoas que desejam usar lentes de contato ou querem ser submetidas a cirurgias refrativas para tramentos de ametropias e são portadoras de pterígio muitas vezes precisam antes ser submetidas ao tratamento deste.

QUAIS OS TRATAMENTOS POSSIVEIS ?
Tratamento clínico
Quando o pterígio é pequeno e provoca pouco incômodo, pode-se optar por um tratamento mais paliativo, apenas dos sintomas, à base de colírios. Os colírios, que podem ser vasoconstrictores ou lubrificantes, não farão desaparecer o pterígio, apenas aliviam momentaneamente o desconforto. O uso de óculos escuros e, em algumas situações, compressas de soro fisiológico gelado, tambem são alternativas para amenizar a irritação.
Tratamento cirúrgico
Para se resolver de forma efetiva o pterígio devemos lançar mão da cirurgia. Ao longo das últimas décadas, muito já se tentou em termos de cirurgia para remoção do pterígio, mas a maioria delas resultava em um resultado estético não muito favorável ou , o que é pior, com alto índice de recidiva, ou seja, retorno do pterígio, algumas vezes numa condição pior que a anterior. Finalmente, desenvolveu-se uma técnica muito eficaz e com excelentes resultados estéticos que é realizada hoje nos grandes centros oftalmológicos do Brasil e do mundo e que aqui no IOF já realizamos há mais de 10 anos com baixíssimo índice de recidiva.

COMO É REALIZADA A CIRURGIA ?
A cirurgia de exérese de pterígio com transplante conjuntival é feita com anestesia local com o uso de colírio e/ou gel anestésico. Dura aproximadamente 15 a 20 minutos e ao final do procedimento coloca-se uma lente de contato terapêutica que serve como curativo e será retirada no dia seguinte após a cirurgia. O paciente deverá ter um repouso das atividades físicas durante três a cinco dias e evitar baho de mar ou piscina durante três semanas a um mês. O paciente vai usar colírios durante um mês, quando terá alta completa.




Unidade Rio Vermelho
Rua Jequié, n°4 - Rio Vermelho
Salvador - CEP: 41940-580
(71) 3330-6100
Unidade Mundo Plaza
Av. Tancredo Neves, 620 – Condomínio Mundo Plaza – 32º andar
Caminho das Árvores – Salvador
Salvador - CEP 41820-020
(71) 3330-6100
iwwa agencia web